MENU
terça-feira, 17 maio, 2022

Blog

Comissão aprova criação da Política Nacional de Agricultura Urbana

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou o Projeto de Lei 303/19, que institui a Política Nacional de Agricultura Urbana e altera o regime geral dos bens da União (Lei 9.636/98) para permitir o uso de terrenos da União para a prática de agricultura urbana.

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Carlos Veras (PT-PE), ao texto original do deputado Rubens Otoni (PT-GO), que sugeria a criação de hortas comunitárias para beneficiar pessoas de baixa renda. “O substitutivo amplia o escopo da proposta”, afirmou o relator.

Conforme o texto em tramitação na Câmara dos Deputados, a Política Nacional de Agricultura Urbana deverá promover a produção urbana de alimentos por meio de práticas orgânicas e agroecológicas. Para isso, aproveitará áreas ociosas de imóveis urbanos desocupados ou subutilizados.

Alguns dos objetivos são ampliar a segurança alimentar e nutricional da população urbana em situação de vulnerabilidade social; gerar alternativas de renda e de atividade ocupacional para essa população; e estimular a economia solidária.

Segundo o texto, a política deverá ser executada de forma descentralizada, com o apoio e cooperação dos entes federados e da União, e articulada com as políticas agrícola, da agricultura familiar, ambiental e de desenvolvimento urbano.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Camara – Acessado em: 18/11/2019

Voltar

Gostou do nosso conteúdo?

Registre-se para receber mais.

 
Fale conosco
Fale conosco

POLÍTICA DE PRIVACIDADE: Este site guarda informações fornecidas em banco de dados para uso posterior. Nenhuma informação pessoal de usuário que preencheu algum formulário deste site será divulgada publicamente. Nos comprometemos a não vender, alugar ou repassar suas informações para terceiros. O presente termo permite que usemos as suas informações para o envio de e-mails como comunicados, notícias e novidades, sendo possível o cancelamento a qualquer momento. Nos e-mails enviados há um link para descadastramento de assinatura. Essa Política de Privacidade pode passar por atualizações.